//  BAIXADA  //
 

Novembro Azul combate câncer de próstata

 

Leia também...

 
 
  


No Mês Mundial de Combate ao Câncer de Próstata, a Prefeitura de Mesquita aderiu à campanha Novembro Azul e montou estandes de conscientização nas praças Elizabeth Paixão e da Telemar, no Centro, e Darcy Ribeiro, em Edson Passos. Agentes comunitários de saúde da secretaria de Saúde (Semus) se mobilizaram e abordaram homens que passavam pelo local, entregando panfletos explicativos sobre a importância de realizar o exame de próstata. O preconceito que ainda envolve o assunto, os sintomas da doença e o tratamento também foram temas abordados das 9h às 12h, além de distribuição de preservativos.
“Ainda há muita resistência dos homens em procurar o médico, em realizar exames periódicos e até em buscar informações sobre o assunto. Nós é que temos que abordá-los, chamar para conversar, explicar o objetivo da campanha, pois dificilmente um chega para pedir informações por livre iniciativa”, explicou o agente comunitário de saúde José Carlos Félix, o Carlão.
O aposentado Francisco José dos Santos, de 54 anos, agiu diferente da maioria e buscou saber do que se tratava quando viu a tenda montada na praça com camisinhas penduradas e cartazes. “Eu me trato, vou sempre ao médico e inclusive tenho consulta marcada nesta sexta-feira, dia 21, para realizar o exame de próstata. Os homens morrem mais cedo porque não se cuidam e isso precisa mudar”, destacou.
Para o também agente comunitário de saúde Marcelo Sanches, a campanha deve ganhar mais participação das pessoas no ano que vem. “É a primeira vez que realizamos o Novembro Azul e os homens, diferente das mulheres, são mais tímidos e ainda resistem mais em participar. Nosso trabalho é mudar essa visão, acabar com o preconceito e incentivar o sexo masculino a combater esse mal que mata milhares de homens todos os anos”, reforçou.
 
Saiba o que é a doença
A próstata é uma glândula do sistema reprodutor masculino que se assemelha a uma castanha. Fica abaixo da bexiga e sua principal função é ajudar na produção do esperma. O câncer de próstata é o segundo que mais mata homens no Brasil, já que os sintomas da doença demoram a se manifestar e, quando surgem, o tumor está em estágio avançado em 95% dos casos.
Por isso  é necessário realizar o exame de toque retal uma vez por ano em homens com 45 anos, nos casos de histórico na família, e de 50 anos em diante. Os principais sintomas da doença são dor óssea, dores ao urinar, vontade de urinar com mais frequência e presença de sangue na urina ou no esperma.

 
 



P U B L I C I D A D E